A cozinha é o centro da casa | Risotto de Cogumelos Marron e Cebola Caramelizada




Adoro todo o tempo que passo na cozinha. Adoro os meus tachos, a minha loiça e todos os utensílios que fazem parte dela. Dá-me prazer lá estar, absorver todos os cheiros e cores daquilo que crio. Para mim, a cozinha é terapêutica. Melhor do que qualquer aula de ioga que possa frequentar. Às vezes ponho uma música que me agrade e perco a noção do tempo. Outras vezes, a única música que oiço vem do corte dos legumes frescos, da cebola a estalar com o azeite, do caldo a fervilhar, do forno a apitar. É um sem número de emoções, de cores, cheiros e texturas, que a enchem de histórias para contar.
A cozinha é o centro da casa. É a sua alma e identidade, e mostra muito de nós, sem sequer nos apercebermos. Toda a minha personalidade, toda a minha essência, está refletida no interior daquelas quatro paredes.


A receita de hoje é daquelas que exigem o nosso tempo, a nossa atenção e dedicação. É daquelas que nos trazem histórias para contar. É daquelas em que o resultado final faz sentir que valeu a pena todo o tempo que lhe dedicámos. É daquelas que queremos partilhar...

Risotto de Cogumelos Marron e Cebola Caramelizada
(Serve 2 a 4 pessoas)
Tempo de preparação: 60 minutos

Ingredientes
2 Cebolas grandes
Azeite Extra Virgem
3 dentes de Alho, esmagados e picados
450 gramas de Cogumelos Marron, lavados e fatiados
2 folhas de Louro
1 chávena de Arroz para Risotto
1 colher de sopa de Vinagre Balsâmico
3 chávenas de Caldo de Legumes
1 colher de chá de Sal Marinho fino
Pimenta Preta moída na hora, a gosto
1 colher de sopa cheia de Manteiga Vegetal


Preparação:

Faça o caldo de legumes com antecedência. Leve a cozer numa panela de grande dimensão legumes da sua preferência (picados) com um pouco de sal e várias ervas aromáticas para intensificar o sabor. Por exemplo, pode usar cenoura, cebola, alho, alho francês, aipo, e ervas aromáticas como salsa, coentros, tomilho e manjericão. Reserve a água da sua cozedura e tem o caldo pronto.
No entanto, se estiver sem tempo, pode dissolver em três chávenas de água a ferver um caldo em cubo. Não é tão saudável, mas o resultado será idêntico.

Picar uma cebola grande. Num tacho (preferencialmente largo e pouco fundo), aquecer em lume médio uma colher de sopa de azeite extra virgem. Juntar a cebola picada e cozinhar cerca de 5 minutos, mexendo com frequência. Juntar o alho e cozinhar em lume médio-baixo aproximadamente mais 8 minutos. Reduzir a temperatura se necessário, para não deixar queimar.

Aumentar o lume para médio-alto e juntar os cogumelos marron. Cozinhar entre 5 a 10 minutos, até estes se apresentarem macios.


Juntar o louro e temperar com o sal marinho e com a pimenta preta a gosto. Mexer bem e cozinhar por 2 minutos.

Juntar o arroz e o vinagre balsâmico e mexer. De seguida, deitar o caldo de legumes, gradualmente, à medida que vai cozinhando e absorvendo o caldo. (Atenção, poderá ter de ajustar a quantidade de caldo dependendo do tipo de grão que estiver a usar.) Cobrir o tacho com uma tampa, e ir mexendo o arroz com frequência, reduzindo o lume sempre que necessário para que este não agarre ao fundo do tacho. Sempre que o arroz absorver o caldo, junte mais um pouco, e assim sucessivamente, até o arroz cozer. O tempo de cozedura é aproximadamente de 20 a 25 minutos.

Entretanto, faça a cebola caramelizada. Aqueça 3 colheres de sopa de azeite extra virgem numa frigideira. Corte uma cebola grande ao meio e depois corte-a em finas meias luas. Junte-as ao azeite e tempere-as generosamente com sal marinho fino. Cozinhe em lume baixo, mexendo ocasionalmente, até que a cebola apresente uma cor dourada, aproximadamente entre 20 a 30 minutos. Não se distraia nesta fase, acompanhe de perto, para não queimar.

Quando o risotto estiver pronto, desligue o lume, retire as folhas de louro e deite uma colher cheia de manteiga vegetal. Envolva com cuidado até se dissolver no risotto.

Distribua o risotto por dois pratos fundos e distribua por cima de cada um a cebola caramelizada e pimenta preta moída na hora a gosto.

Sirva de imediato.


Notas
1. Certifique-se de que vai juntando o caldo de legumes devagar e gradualmente, à medida que o arroz vai absorvendo o líquido.

2. Este prato é bastante demorado, mas se o fizer com outra pessoa, além de ser mais rápido, poderá também ser bastante divertido. Ponham uma música ambiente, encham um copo com um bom vinho e descubram juntos o prazer de cozinhar.

2 comentários:

  1. Adorei! O meu fiz com alho francês, portobellos e pleurotus e ficou divinal também, obrigada pela inspiração ;)

    E partilho dos teus sentimentos pela cozinha! Excepto quando está atafulhada de loiça por lavar, aí não gosto nada dela eheh :P

    beijinhoo*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Patricia! Cá por casa gostaram tanto do risotto que tive de o fazer dois dias seguidos, hehe! :p Também deve ter ficado ótimo o teu! :)

      Pois, ter a cozinha desarrumada também faz parte... É sinal de que lhe estamos a dar uso! :)

      Beijinho grande**

      Eliminar

Deixe aqui o seu comentário